Mutirão no Perequê-Mirim vistoria mais de 1.400 imóveis

Mutirão no Perequê-Mirim vistoria mais de 1.400 imóveis

Cerca de 150 pessoas participaram no sábado, 16, de um mutirão de combate aos criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela no bairro do Perequê-Mirim, em Ubatuba. A ação contou com a presença de agentes de controle de endemias, agentes comunitários de saúde e servidores cedidos pelas diversas secretarias de Saúde, Urbanismo, Fazenda, Infraestrutura e Serviços, Educação, Pesca, administrações regionais Oeste e Centro-Sul, além da Comtur.

Foram vistoriados um total de 1.451 imóveis. Os participantes também distribuíram panfletos de informação e orientaram moradores, turistas e comerciantes sobre a importância de embalar e descartar corretamente o lixo.

A ação teve o apoio da empresa Sanepav e da Escola Estadual Florentina Martins Sanchez, que foi ponto de encontro e de organização logística dos agentes da saúde.

O próximo mutirão está programado para acontecer no bairro Estufa 2, no sábado, 23. O ponto de encontro será às 8 horas, na praça Maracanã.

A Prefeitura de Ubatuba pede a toda a população que colabore com o mutirão eliminando criadouros e abrindo suas casas e estabelecimentos para a vistoria dos agentes de saúde devidamente identificados.

Número de casos

Segundo relatório mais recente da Vigilância Epidemiológica de Ubatuba, o município já tem um total de 52 casos de dengue confirmados laboratorialmente, dos quais dois são importados. Outros 176 casos aguardam resultado de exame. A maior parte dos casos tem o bairro do Perequê-Mirim como local provável de infecção. A região central, incluindo Estufas 1 e 2 e Itaguá, vem em segundo lugar no ranking de casos confirmados da doença.