Poder Executivo

Prefeitura estende Festa de São Pedro por uma semana

Prefeitura estende Festa de São Pedro por uma semana

A tradicional Festa de São Pedro Pescador de Ubatuba reuniu cerca de 25 mil pessoas entre o fim da tarde da última quarta-feira e a noite do último domingo na Praça de Eventos da cidade e devido ao sucesso do evento a prefeitura decidiu estender por mais uma semana as comemorações.

“Em função do sucesso do evento, da grande presença de turistas estrangeiros e da estrutura montada, decidimos estender a comemoração por mais uma semana, fazendo com que a cidade tenha atrações em uma época em que precisa de uma política pública de combate à sazonalidade”, informa o prefeito Mauricio.

Nesta terça-feira, o telão instalado no espaço exibe os últimos jogos das oitavas-de-final da Copa do Mundo. Na quarta-feira e na quinta-feira, a Vila Caiçara volta a funcionar. A barraca da tainha na brasa não fecha e tem uma novidade: o prato ficou mais barato (R$45).

Na sexta-feira, o telão exibe o jogo entre Brasil e Colômbia pelas quartas-de-final da competição e as atrações do evento continuam funcionando, inclusive neste fim de semana.

A festa de cunho cultural e religioso chegou à sua 91a edição em 2014 e mais uma vez valorizou a cultura caiçara e popular.

Com a cidade cheia de turistas brasileiros e estrangeiros em função da Copa, a prefeitura encontrou uma oportunidade ímpar para potencializar as atividades turísticas e culturais na baixa temporada.

A festa deste ano incluiu uma extensa programação cultural e artística, além das barracas de bebidas e comidas da culinária local.

Destaque para a ampla estrutura montada para receber o evento, a maior da história, e para a Vila Caiçara, construída especialmente para exaltar as tradições da região.

Destaque também para a apresentação da banda paulistana de forró Bicho de Pé, que colocou o público para dançar no domingo com seu repertório nota dez.

Rainha dos Pescadores

Moradora do Sertão da Quina e filha de uma família que vive da pesca, Maria Alice da Silva Rocha, 16 anos, foi eleita a Rainha dos Pescadores de 2014.

Estudante do segundo ano do ensino médio E.M Thomas Ribeiro de Lima, a jovem gosta de futebol, ballet e é apaixonada pelo surf.

“Fico muito feliz em ter vencido o concurso. Primeiro por ser uma conquista pessoal minha. Mas o mais importante é que sou caiçara, filha de pescadores e minha vitória representa a valorização da nossa cultura e da nossa gente. Precisamos muito valorizar nossas tradições”, pontua a jovem.

Vila Caiçara

Construída especialmente para exaltar as tradições e a cultura caiçara, a Vila Caiçara fez sucesso durante a festa.

O espaço reproduziu fielmente a estética das moradias locais, com paredes de pau a pique, decoração típica, janelas de bambu, fogão à lenha e panelas de ferro.

De acordo com Maurici Romeu da Silva, pescador e secretário municipal de Pesca, Agricultura e Abastecimento, os principais objetivos da ação são resgatar e promover a identidade cultural caiçara durante o evento.

“Nas duas festas de São Pedro que organizamos desde que assumimos a prefeitura fizemos questão de montar a estrutura da Vila Caiçara. Com ela, mantemos vivas nossas tradições mais antigas e apresentamos sua beleza à nossa população e aos visitantes”, conta Romeu.

Um dos responsáveis pela construção da vila, Mario Gato, reafirma as palavras de Maurici. Para ele, a Festa de São Pedro nasceu do povo e é fundamental apresentar o modo de vida de quem a criou.

“Esse espaço busca recuperar o que deixaram de lado. Ele também representa as nossas comunidades e a preservação dos nossos costumes. Temos um imenso orgulho de tudo isso”, diz Mario.

Dentro da programação da festa, o Fórum das Comunidades Tradicionais Indígenas, Quilombolas e Caiçaras de Angra dos Reis, Paraty e Ubatuba lançaram a campanha Preservar é Resistir.

O objetivo da iniciativa é garantir a manutenção dos territórios tradicionais e preservar o estilo de vida das populações que neles residem.

Tradição

Eventos tradicionais ditaram o ritmo das comemorações da Festa de São Pedro.

Na quarta-feira, a abertura reuniu guardas-mirins, o prefeito Mauiricio (PT), autoridades locais e devotos, que deram início ao evento com uma procissão.

A solenidade exaltou a imagem de São Pedro e a estátua foi colocada em um altar na pequena capela da Vila Caiçara.

Na sexta-feira, o Grupo Fandango Ubatubano apresentou-se também na área da vila.

Na manhã de sábado, aconteceu a tradicionalíssima chegada da Folia do Divino na Barra dos Pescadores.

No domingo, a cultura caiçara tomou conta da programação com a Corrida de Canoas e a Procissão de Barcos.

Já a barraca da Tainha serviu o peixe na brasa e o sabor da comida encantou os visitantes, sobretudo os estrangeiros.

Shows

Ponto alto das festas, ótimos shows de música popular animaram o público presente na Praça de Eventos.

A programação contou com nomes de destaque do cenário local, como a Praieira e a dupla Nako e Rafael, e incluiu uma apresentação da Bicho de Pé, banda de forró que anda fazendo sucesso em um programa da Rede Globo.

“Mais que uma honra, tocar na festa de São Pedro é uma missão para nós da Praieira”, afirmou Jan Kedzuh, caiçara e vocalista da banda.

“Como vivemos tocando fora da cidade na maior parte do ano, criamos uma grande expectativa para apresentar nosso som neste evento, tão importante e bacana para nossa comunidade”, completa.

/* * VLibras */