Poder Executivo

Ubatuba volta a se destacar em ranking de site para busca de destinos

Ubatuba volta a se destacar em ranking de site para busca de destinos

Ubatuba se destacou como um dos destinos mais buscado por turistas no segundo semestre de 2018 –  é o que aponta o levantamento feito pelo buscador e comparador de preços para aluguel de temporada, LarDeFérias.

Com base em dados referentes a mais de 20 milhões de acessos em todo o mundo, a plataforma da start up alemã  HomeToGo elaborou um estudo que reflete o perfil do turista brasileiro no segundo semestre de 2018. O levantamento, que levou em conta mais de 5 milhões de pesquisas feitas em 2018, dá um grande destaque para o litoral paulista, com Ubatuba e Praia Grande em segundo e terceiro lugar.

O estudo foi criado com o objetivo de identificar o comportamento do turista brasileiro no segundo semestre de 2018 e, também, como uma forma de gerar insights sobre as tendências para 2019.

Os 10 destinos mais procurados no segundo semestre de 2018

Encabeçando a lista de destinos mais populares, aparece o Estado de Santa Catarina com o maior volume de buscas por hospedagem. A média de preço geral de acomodações no estado durante o mesmo período foi de R$233 por diária. Em segundo lugar o litoral paulista é representado pela cidade de Ubatuba. Em 2018, a cidade praiana teve a média de preço da diária de R$346. Ainda no estado de São Paulo, Praia Grande, Guarujá e Maresias também aparecem na lista com valores médios de diária de, respectivamente, R$304, R$436 e R$535. Portugal ocupa o oitavo lugar e é o único destino internacional na lista, com um valor médio de diárias a partir de R$381.

 

*Todos os valores médios levam em consideração acomodações que comportam até 4 pessoas.

Destino Média de preço da diária*
1. Santa Catarina R$233
2. Ubatuba R$346
3. Praia Grande R$304
4. Guarujá R$436
5. Maresias R$535
6. Monte Verde R$278
7. Campos do Jordão R$654
8. Portugal R$381
9. Cabo Frio R$381
10. Caldas Novas R$168

 

O perfil do turista brasileiro

De acordo com os dados observados, turistas brasileiros viajam em média em grupos de duas a três pessoas e reservam estadas com duração média de cinco a seis dias. Hotéis ainda aparecem como opção recorrente para o turista brasileiro na hora de buscar acomodações, porém, a busca por acomodações alternativas se solidificou em 2018. Somadas, a procura por apartamentos e casas de temporada representaram 50% da procura.

tipos acomodação

Funcionario
/* * VLibras */