Poder Executivo

Secretaria de Educação de Ubatuba comemora avanço das obras em andamento

Secretaria de Educação de Ubatuba comemora avanço das obras em andamento

A secretaria de Educação da Prefeitura de Ubatuba está acompanhando de perto o avanço em obras de algumas unidades, principalmente, a reforma/adequação nas quadras de unidades que aguardam o benefício há mais de cinco anos.

A construção do novo Centro de Educação Infantil (CEI) da Estufa II, que foi uma conquista da atual administração e está a todo o vapor.  O lançamento da pedra fundamental aconteceu em outubro de 2018 e a obra é muito aguardada, pois vai contribuir no melhor atendimento da demanda, principalmente, ajudar a reduzir a lista de espera de vagas da região. A construção está estimada em R$ 1.259.282,88.

Muito importante para os alunos da região, principalmente na utilização do espaço no projeto de reforço na matemática que envolve o tiro com arco, a quadra da EM Honor Figueira, no bairro de Itamambuca, já se encontra em fase de conclusão.

Também em conclusão, as obras da quadra poliesportiva da EM Sebastiana Luiza de Oliveira Prado, no Araribá

Ainda sobre as quadras poliesportivas, duas unidades estão com suas construções em andamento: A EM Tancredo de Almeida Neves, no centro e a EM Governador Mário Covas, no Ipiranguinha.

Com as reformas das quadras, mais de dois mil alunos serão beneficiados. A previsão é que todas sejam concluídas e entregues no segundo semestre.

Histórico

As obras das quadras estavam paralisadas desde a administração anterior e o governo atual buscou retomar a ativação, pois quase houve perda das verbas do Governo Federal destinadas para os serviços.

De acordo com a secretária de Educação, Pollyana Gama, houve registro de alguns problemas com a empresa que iniciou as obras de retomada, logo que ela assumiu a pasta. Desta maneira, ela encaminhou as observações referentes ao contrato para o Prefeito, apontando a necessidade de cancelamento, uma vez que a entrega não estava sendo feita.

“Após dois processos licitatórios desertos, contamos com um terceiro em que houve a manifestação de uma nova empresa, que assumiu a obra e está seguindo o cronograma corretamente”, explicou Pollyana.

A secretária ainda acrescentou que esse repasse é um convênio com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação, responsável por executar parte das ações do MEC relacionadas à Educação Básica.

“O FNDE exige uma medição constante do andamento do cronograma. Inclusive, na próxima quinta-feira, haverá a medição e conferência do que foi realizado. Após a conferência feitas pelos engenheiros do órgão, é feito o repasse de recursos de acordo com execução , como uma espécie de garantia. Comemoramos, pois estamos conseguindo quitar as pendências que fazem parte do Plano de Ações Articuladas (PAR) –  uma das ações do FNDE ao qual esses projetos pertencem”, concluiu.

Parceria com a comunidade

Não é a primeira vez que a comunidade se mobiliza para colaborar com obras em unidades escolares. Essa é uma parceria que vem dando certo: a Prefeitura fornece todo o material e a mão-de-obra acontece pelas mãos da comunidade local, que se organiza em mutirões para promover as melhorias.

Desta vez, o local contemplado foi a EM Maria do Carmo, com a construção de uma sala de aula e uma sala administrativa. A unidade, localizada na comunidade do Camburi, atende 43 alunos.

Funcionario