Poder Executivo

Saúde realiza campanha contra bullying na EM Tancredo

Saúde realiza campanha contra bullying na EM Tancredo

O Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB) fará no próximo dia 9, uma importante campanha contra o bullying e o cyberbullying com alunos do 7º e 9º ano da Escola Municipal Presidente Tancredo de Almeida Neves, na região central. O projeto “Cuidando do Futuro” também abordará os 32 anos do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente – reforçando com os estudantes os direitos e os deveres previstos no documento.

Sobre o bullying, um ato intencional de violência e agressão verbal, física e/ou psicológica, é possível dizer que se tornou um grave problema que afeta as crianças e os adolescentes, prejudicando a vida escolar e a saúde mental. Ameaçar, intimidar, humilhar, excluir e discriminar por cor, raça ou sexo são exemplos de bullying; assim como desafios da rede social e incentivos à anorexia, bulimia, dieta da moda, entre outras correntes que circulam pela internet podem ser classificadas como cyberbullying.

A assistente social do NASF, Jéssica Thalma, explica que se os traumas do bullying não forem tratados, a vítima pode guardar o sofrimento por toda sua vida adulta, dificultando as relações pessoais e podendo resultar em depressão, no desenvolvimento de vícios em drogas e álcool e até mesmo levar ao suicídio.

“O bullying e o cyberbullying podem comprometer o futuro de muitas crianças e adolescentes. Além do sofrimento da vítima, devemos entender também o comportamento do agressor. Muitas vezes são jovens que passam por problemas psicológicos ou que sofrem agressões no ambiente familiar ou na própria escola e tentam transferir seus traumas por meio da agressividade contra os outros. Nosso projeto voltado para os adolescentes visa orientar sobre os perigos dessa prática e incentivar a reflexão sobre projetos de vida, profissão, família e educação”, ressaltou a assistente social.

A representante do NASF destaca ainda que alguns sintomas devem ser investigados como possíveis consequências de bullying, como isolamento social, quedas no rendimento escolar e na autoestima, quadros de depressão, transtorno de ansiedade, síndrome do pânico, entre outros distúrbios psíquicos.

/* * VLibras */