Cerca de 3700 cruzeiristas desembarcam em Ubatuba na temporada 2017/2018

Cerca de 3700 cruzeiristas desembarcam em Ubatuba na temporada 2017/2018

Na manhã desta terça-feira, 06 de março, o Píer Comodoro Magalhães, no Itaguá, recebeu a última parada de navios previstos na temporada 2017/2018. Transportando 3860 passageiros vindos da Argentina, estima-se que 1700 entre italianos, franceses, ingleses, argentinos, alemães e brasileiros tenham desembarcado para conhecer um pouco mais das belezas do litoral ubatubense.

Essa foi a primeira parada da Costa Cruzeiros, com o Costa Fascinosa, considerado pela própria companhia o mais glamoroso da frota- e que já tem parada confirmada para 05 de março de 2019.

Mudança no cenário

Nos 365 dias da gestão, desde a participação de Ubatuba na edição da Seatrade Cruise Shipping Convention, em março de 2017 até agora, ocasião em que os representantes do poder público municipal participam da edição 2018 da feira, muitos foram os avanços no setor para o município.

As quatro paradas em Ubatuba entre os meses de dezembro e março – três delas com desembarque, totalizaram cerca de 3700 passageiros em terra, navegando pelo MSC Música e pelo Costa Fascinosa.

“Três mil pessoas conheceram Ubatuba e a economia gira, já que nesta época temos pouco turista na cidade. Estamos levando Ubatuba para o mundo numa feira como esta para atrair investidores e turistas, além de aumentarmos o número de paradas e atrair mais operadoras”, acrescentou o prefeito Délcio Sato (PSD).

A Feira

A participação no ano anterior facilitou a retomada de laços do secretário de Turismo Luiz Bischof com os responsáveis pela MSC Cruzeiros – o que resultou em três paradas garantidas  na temporada 2017/2018 – conquistadas, segundo ele, por meio do comprometimento e da credibilidade do Governo Sato.

Todas as exigências da companhia foram atendidas para que isso se tornasse realidade. Além disso, durante a participação do secretário no Seminário “Cruzeiros Marítimos: O momento é esse”, realizado pela Cruise Line International Association Brasil (Clia Brasil) e patrocinado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), foi a vez de estreitar a relação com a Costa Cruzeiros, por meio de um encontro com seu diretor presidente, Rene Herman, que fez com que duas paradas – uma experimental e uma para 2019, também fossem confirmadas

“A questão dos Cruzeiros Marítimos pode parecer simples, mas só nós que estamos nos bastidores sabemos o desafio que foi trazê-los novamente à cidade. Às vezes, é mais fácil conquistar do que trazer de volta, mas nós conseguimos. Estivemos na feira em Miami, no começo do ano passado, e nos comprometemos a estabelecer todos os requisitos exigidos pelas Companhias, fazendo valer nossa palavra. Foram muitas reuniões e conversas, cujo reflexo pode ser observado com os sucessos das paradas na temporada 2017/2018. Estamos muito satisfeitos e vamos trabalhar para ter ainda mais oportunidades”, garantiu Sato.

Números nacionais

A previsão do Ministerio do Turismo é que, até o término da alta estação – após o carnaval de 2018 –  cerca de 439,7 mil cruzeiristas tenham optado por uma das rotas oferecidas no Brasil. A estimativa é que o setor cresça cerca de 15% ao ano.

Estima-se que sejam criados 24 mil empregos diretos durante a temporada em todo o território nacional, pois a cada 12 cruzeiristas um novo posto de trabalho é gerado no país. O reflexo é medido pelo impacto econômico, que foi de R$ 1,6 bilhão na última temporada.

“O setor de cruzeiros no Brasil contribui diretamente para a geração de emprego e renda. Atento a isso, o Ministério do Turismo tem trabalhado junto ao segmento para fortalecer a atividade no país e, consequentemente, estimular a vinda de novos cruzeiros para a próxima temporada”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão em matéria publicada no site oficial do órgão.

A Associação Comercial de Ubatuba (ACIU) confirma o impacto positivo da chegada de Cruzeiros a Ubatuba, destacando um bom retorno para a economia, principalmente, com a parada do Costa Fascinosa.

Estrutura

Além da reforma do píer, toda uma estrutura foi adequada para proporcionar aos turistas a melhor experiência. No total do receptivo, 18 vans, oito agências de turismo, nove embarcações, 15 táxis. A secretaria de Turismo de Ubatuba (Setur) reforça que todas as agências do receptivo estão regularizadas, com inscrição no Cadastur. Além delas, o receptivo também conta com representantes das comunidades tradicionais, como índigenas e quilombolas, e representantes da casa do artesão.

A obra de revitalização e ampliação do Píer Comodoro Magalhães foi executada em 2017 pela secretaria de Infraestrutura de Serviços Públicos da Prefeitura de Ubatuba, com o apoio da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano (EMDURB) e, custeada pela Comtur.

Foi feita a troca de todo o madeiramento, pois o anterior estava todo comprometido. A nova composição também exigiu a aplicação de um produto para manter a durabilidade e conservação do material.

O píer tem um avanço de plataforma fixa de 3m X 12m e, em frente à plataforma, fica uma rampa de 1m X 6m, apoiada em um flutuante de 4m X 12m. O flutuante está preparado para o desembarque dos usuários de dois tênderes simultaneamente, totalizando 240 pessoas por viagem.