Poder Executivo

Prefeitura realiza primeiro leilão de bens patrimoniais inservíveis‏

Prefeitura realiza primeiro leilão de bens patrimoniais inservíveis‏

O alto custo para a manutenção ou a recuperação de uma grande quantidade de bens móveis, de informática e de veículos inservíveis, herdados de administrações anteriores, motivou a Prefeitura de Ubatuba a realizar o primeiro leilão eletrônico (on-line) de bens patrimoniais inservíveis.

O leilão eletrônico está sob a responsabilidade do Leiloeiro Público Oficial, Antonio Hissao Sato Júnior, regularmente matriculado na Junta Comercial do Estado de São Paulo. Os lances poderão ser feitos a partir de 30 de novembro até às 14 horas do dia 3 de dezembro, pelo site: www.satoleiloes.com.br/Leilao/402 O resultado do leilão será divulgado no dia 4 de dezembro, a partir das 14 horas.

Serão 35 lotes de bens diversos, 22 deles só de veículos, e o restante dividido entre móveis e equipamentos de informática, que ficarão expostos para visita também entre os dias 30 de novembro e 3 de dezembro, das 8 às 14 horas, em três diferentes locais: na Quadra da Piscina Municipal (rua Conceição, 811), na Escola Municipal Padre José de Anchieta (rua Amazonas, 595) e no Pátio da Secretaria Municipal de Obras (rua Paraná, 73).

Para se desfazer de equipamentos eletrônicos, entre monitores, teclados, mouses, CPUs quebrados, a ETEC – Centro Paula Souza, doou à Prefeitura mais de 200 peças que foram incorporadas aos bens inservíveis que vão à leilão.

Os lotes com suas características e especificações terão preços mínimos e serão leiloados no estado e condições em que se encontram e já previamente examinados pelos interessados.

Qualquer pessoa física ou jurídica poderá participar do leilão, portando documento de identidade, CPF ou CNPJ.

Para a aquisição de sucata de veículos, só é permitida a participação de pessoas jurídicas cadastradas no Detran, portando o comprovante de cadastramento.

Os lotes arrematados deverão ser retirados no prazo máximo de 10 dias úteis após a data do leilão, mediante apresentação da nota de venda.

Os bens pagos e não retirados dentro do prazo serão reintegrados ao patrimônio do município, sem que o arrematante tenha direito a qualquer ressarcimento, reclamações judiciais ou extrajudiciais.

Os bens não arrematados por falta de lances, ou por não terem sido retirados, serão retornados para o próximo leilão, com data ainda a ser definida.

Mais informações podem ser obtidas junto à Secretaria Municipal de Administração, pelo telefone: (12) 3834-1020 , com Márcia.

Estagiario
/* * VLibras */