Poder Executivo

Confira os destaques da primeira semana do VI Festival da Mata Atlântica

Confira os destaques da primeira semana do VI Festival da Mata Atlântica

A primeira semana do VI Festival da Mata Atlântica de Ubatuba: Floresta, Rios e Mar e II Semana do Mar reuniu aproximadamente 2500 pessoas em oficinas culturais, shows, palestras, rodas de conversa, mesas redondas e atividades infantis.

Mais de 600 crianças participaram de atividades de educação ambiental com os representantes da Sala Verde e parceiros.

As ações foram desenvolvidas com alunos da rede pública e particular de ensino, bem como com alunos da APAE, além de crianças que visitavam a tenda com suas famílias.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente apresentou o projeto Adote o Verde: entidades, pessoas físicas ou empresas podem adotar praças e expor sua logo marca nelas.

Destaque também para o convênio assinado entre a Prefeitura de Ubatuba e o Projeto Tamar.
Na tenda principal, os estandes do Projeto Tamar e do Aquário de Ubatuba ofereceram atividades infantis para os pequenos visitantes.

O Aquário de Ubatuba também atraiu o público com atividades interativas, como a alimentação dos pinguins.

Além de autoridades da esfera municipal, o evento contou com a participação de representantes do poder estadual e federal, que demonstraram interesse em desenvolver e formar parcerias com o município para a conservação ambiental e desenvolvimento sustentável da região.

Entre as palestras, destaque para a mesa de diálogo com a diretora executiva da Fundação Florestal, o secretário municipal de Meio Ambiente e lideranças de comunidades tradicionais.

O debate girou em torno dos conflitos socioambientais decorrentes da sobreposição de territórios tradicionalmente ocupados e das unidades de conservação da natureza. A mesa foi precedida pelo lançamento de um livro de Eliane Simões (Território em Disputa).

Outra palestra pública que contou com a participação de muitos jovens e de Valmir Prascidelli, Deputado Federal, tratou da implantação de uma Universidade Federal na cidade.

A roda de conversa sobre Reservas Particulares do Patrimônio Natural e Pagamentos por Serviços Ambientais apresentou alternativas para destinação de áreas vegetadas e possibilidade de incentivos econômicos para os proprietários de áreas preservadas.

A tenda foi decorada com artesanatos indígenas, da Casa do Artesão, e com telas de artistas locais.

Os eventos artísticos foram outra atração e os visitantes conheceram um pouco mais da cultura local com as apresentações da Folia do Divino, Ô de Casa e do Coral dos Índios Guaranis.

Os cantores Luis Perequê, João Terra e Andreia Dias também marcaram presença e animaram ainda mais o festival, assim como as dançarinas do Grupo Gisela Papadopoulos, que apresentaram quatro coreografias vinculadas aos temas do evento.

De acordo com a equipe responsável pela organização, o evento vem demonstrando a importância de promover o diálogo e o acesso à informação em assuntos ligados ao meio ambiente, socioambientalísmo e comunidades tradicionais.

Adiamento – Gestão das Águas

A mesa redonda Gestão das Águas com assinatura da lei das Cachoeiras, marcada para esta terça-feira (2), foi adiada para o encerramento do VI Festival da Mata Atlântica, Floresta, Mares e Rios, dia 7/6, às 19h, antes da apresentação da Banda Lira Padre Anchieta.

Entretanto, haverá uma palestra batizada de Situação das Águas do Litoral Norte, com representantes do Comitê de Bacias Hidrográficas, às 17h desta terça-feira, na tenda do festival, localizada na Praça da Baleia.

Clique aqui e confira a programação completa do Festival.

Funcionario
/* * VLibras */