Poder Executivo

FundArt inaugura Feira de Artesanato fixa na Praça Nóbrega

FundArt inaugura Feira de Artesanato fixa na Praça Nóbrega

A FundArt inaugurou recentemente mais um espaço para valorizar o artesanato local e agora os artistas ubatubenses também podem expor seus trabalhos na Praça Nóbrega, em frente ao prédio administrativo da fundação.

Segundo Cristina Prochaska, Diretora Presidente da entidade, o principal objetivo da iniciativa é fortalecer e valorizar o artesão e oferecer a ele uma oportunidade de viver com dignidade.

“O artesanato é um setor da economia cujo crescimento possui alto potencial de geração de trabalho e renda para o cidadão e a FundArt entende que este setor merece uma política de desenvolvimento sustentável e projetos especiais” explica Cristina.

Coordenadora do Grupo Setorial de Artesanato da FundArt, Betta Sisla, que é artesã, também destaca a valorização do trabalho dos artistas

“A abertura do espaço de rua organizado e com as barracas padronizadas dá visibilidade ao artesão, fortalece amizades e o intercâmbio entre artistas de diferentes regiões da cidade, além da troca de experiências em suas técnicas”, pontua Sisla.

Fomento ao artesanato

A FundArt tem como foco a adoção de uma cultura empresarial em relação ao artesanato produzido em Ubatuba e com diferentes ações fomenta a atividade artesanal e valoriza os artistas através de iniciativas que integram os setores público, privado e a sociedade civil, inserindo assim o artesanato na economia regional.

A artesã Dalva Luna, que trabalha com tecido, confecção de bonecas e bordados, diz que começou a fazer artesanato há dois anos quando participou do Programa Arte para Todos, da Fundação.

“Aprendi a bordar com a arte educadora Ana Maria do Perequê-Açu. Isso mudou minha vida. Conheci muita gente, aprendi novas técnicas e agora já consigo juntar dinheiro para investir no desenvolvimento do meu trabalho. Estou super feliz”, afirma a artista.

As barracas ficam montadas toda segunda semana do mês, às quintas e sextas-feiras, das 10 horas às 17 horas. Artesãos que trabalham com fibra de bananeira, tecido, pintura, bordado, cerâmica e macramê marcam presença.

Vale destacar que a Fundação estuda aumentar o espaço e os horários da feira devido ao sucesso da primeira semana de atividades.

Funcionario
/* * VLibras */