Poder Executivo

Comissão da Prefeitura reúne-se com lideranças indígenas na Aldeia Boa Vista

Comissão da Prefeitura reúne-se com lideranças indígenas na Aldeia Boa Vista

A realização de melhorias na estrada de acesso, com mais iluminação pública e condições para que o transporte escolar e de merenda chegue até a entrada da comunidade, é a principal reivindicação apresentada pelas lideranças da comunidade indígena à Prefeitura de Ubatuba, em encontro realizado na manhã desta quinta-feira, 23, no Centro de Reza da aldeia guarani Boa Vista.

A comissão foi integrada pelos secretários de Habitação e Planejamento Urbano, Wilber Cardozo, Saúde, dr. Alessandro Cacciatore, a adjunta da saúde, dra. Aparecida Enomoto, além de Israel Bispo da Silva, do gabinete do Prefeito, e Danilo Carvalho, da secretaria de Comunicação. Além da prefeitura, a reunião contou com a presença de trabalhadores da escola e do posto de saúde local, de agentes da Fundação Nacional do Índio (Funai) e da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), bem como do assessor do vereador Júnior e de voluntárias que realizam trabalho social na aldeia.

O encontro com a comunidade começou com uma dança de acolhimento aos participantes feita pelas crianças e jovens da aldeia. O cacique Altino Santos deu as boas vindas e, logo após a apresentação geral, Marcos Tupã fez um breve histórico da aldeia e explicou quais as instâncias de organização da aldeia.

Em seguida, leu o ofício com o conjunto de reivindicações da comunidade, que são dirigidas tanto ao governo municipal quanto estadual e federal e incluem, além da estrada, itens como implementação de ensino médio na aldeia, destinação de espaço de antiga escola para o posto de saúde, criação de espaço exclusivo para comercialização de artesanato guarani, apoio com benfeitorias em moradias, entre outros.

Localizada no bairro do Prumirim, a cerca de 30 km do centro de Ubatuba, a entrada da aldeia fica 3 quilômetros distante da rodovia Rio-Santos, o que dificulta a chegada das crianças e adolescentes e mesmo de insumos para a merenda e o posto de saúde.

“Agradecemos a acolhida e trazemos o compromisso de apoio do prefeito Délcio Sato. A aldeia faz parte do município e temos o princípio de atuar de forma integrada com os diferentes níveis de governo para trazer melhorias à comunidade”, destacou Cacciactore.

Um encontro de trabalho foi agendado para a primeira terça-feira de março e reunirá o secretário de Habitação e Planejamento Urbano e as equipes da Funai e da Sesai para avalição das condições estruturais do edifício da antiga escola indígena e avaliação da possível transformação do espaço em unidade de saúde.

 

Funcionario
/* * VLibras */