Prontos Atendimentos de Ubatuba disponibilizam teste rápido para a dengue

Prontos Atendimentos de Ubatuba disponibilizam teste rápido para a dengue

Os prontos atendimentos Ipiranguinha e Maranduba, da Prefeitura de Ubatuba, já têm disponíveis desde o dia 4 de abril os kits NS1, um teste rápido para detecção da proteína que é parte do vírus da dengue.

O teste deve ser feito até o terceiro dia do aparecimento de sintomas como febre, dor no corpo, dor em torno dos olhos e prostração e somente será realizado mediante avaliação médica do paciente e suspeita de dengue. Os resultados ficam prontos em 20 minutos. Para realizar o exame, é coletada uma amostra de sangue do paciente, que não precisa estar em jejum.

A enfermeira Elisabete Cabral Borges de Matos, chefe de Seção de Vigilância Epidemiológica, explica que nos prontos atendimentos o paciente passa pela triagem e, em seguida, pelo médico. “Caso haja suspeita clínica de dengue, é realizado então o protocolo de investigação que inclui prova do laço, verificação da pressão em duas posições e o exame NS1. Se o exame dá negativo, a investigação continua com a coleta para a sorologia, que é encaminhada para análise pelo Instituto Adolpho Lutz, em São Paulo”, acrescenta.

Em Ubatuba, conforme o relatório divulgado na manhã desta terça-feira, 9, já há 103 casos confirmados da doença, dos quais 100 são autóctones e três são importados. Há ainda outros 351 casos suspeitos aguardando resultado de exame.

Ela explica que o teste NS1 agiliza o diagnóstico da dengue e facilita a programação de ações de bloqueio de transmissão da doença. “A sorologia demora até 20 dias, mas com o resultado rápido podemos, por exemplo, fazer nebulizações a partir da confirmação dos casos. Trata-se de uma conquista para o município”, afirma.