Poder Executivo

Prefeita de Ubatuba reúne comitê para discutir ações emergenciais no município

Prefeita de Ubatuba reúne comitê para discutir ações emergenciais no município

A prefeita de Ubatuba, Flavia Pascoal (PL) convocou toda sua equipe para uma reunião na tarde deste sábado, 02, com o objetivo de alinhar as ações emergenciais no município, que apresentou áreas de alagamento e deslizamento de terra decorrentes das chuvas que se intensificaram na sexta-feira, 01.

Algumas famílias ficaram desalojadas e os setores envolvidos estão trabalhando desde a madrugada no resgate, apoio e acolhimento dos afetados. Até o final da reunião, foram computadas 85 pessoas/ 29 famílias acolhidas.

Os setores mais envolvidos são Defesa Civil, Segurança Pública, Cidadania e Desenvolvimento Social,Comtur, Infraestrurura, Saúde e Educação. Atualmente, a Prefeitura conta com um bote e uma moto serra, por meio do Corpo de Bombeiros, e aguarda a chegada de mais equipamentos similares; quatro máquinas pesadas, uma viatura da Defesa Civil de Ubatuba, uma ambulância da Saúde – também parceria com o governo estadual.

Também estão disponíveis duas vans, um carro e 10 staffs da secretaria da Fazenda.

“Estamos nos organizando para minimizar os impactos das chuvas à população mais atingida. Desde cedo, estamos acompanhando a situação de perto e mobilizando as pessoas para que possam colaborar conosco até que tudo volte ao normal. Sabemos que, até março, segue um período de muita chuva, então, estamos consolidando uma rede para termos respostas rápidas e evitar danos diante das ocorrências”, afirmou Flavia.

Pontos de arrecadação
A Prefeitura está arrecadando doações de itens como material de higiene pessoal, material de limpeza, água, colchões, alimentos não perecíveis, toalhas, roupas e cobertores em bom estado para as famílias que estão desalojadas.
Ficam determinados os seguintes postos de arrecadação:

EM Tancredo Neves;

E.M. Prof José de Souza Simeão, no Taquaral;

Sede da Guarda Civil Municipal (GCM) no Perequê-Açú;

Regional Sul.

Confira as áreas mais afetadas:

Emaús

Bela Vista

Pedreira Alta

Taquaral
Angelim
Parque Guarani
Estufa I
EstufaII
Sesmaria
Itamambuca
Mato Dentro
Núcleo Botafogo

Ações

A Defesa Civil compareceu aos locais de maior urgência para fazer o isolamento das áreas e prestar orientação aos moradores, como no bairro Pedreira Alta, em que houve deslizamento; na região do Emaús/Vale do Sol também foi registrado deslizamento, desta vez, com vítima – que foi prontamente encaminhada para o atendimento necessário.

No Parque Guarani, uma gestante foi retirada de uma residência próxima ao rio.

Além disso, 45 pessoas do bairro Angelim foram encaminhadas para espaço de convivência do CDHU do bairro Taquaral; pessoas que tiveram as casas afetadas no núcleo Botafogo foram removidas para a EM Tancredo.

Situação

A Defesa Civil solicita à população que evite transitar em ruas alagadas e mantenha-se em lugares abrigados, longe de redes elétricas e árvores, informando pelo número 193 (Bombeiros), 199 (Defesa Civil) ou 153 (GCM) os pontos de enchentes ou solicitando ajuda.
É necessário, ainda, redobrar os cuidados nas áreas de deslizamento, pois o solo vai ficando encharcado, o que pode ocasionar queda de barrancos.

É importante lembrar que aqueles moradores que se encontram em áreas de risco ou se sentem inseguros diante da situação onde estão podem se encaminhar para os locais de acolhimento (EM Tancredo e EM Simeão) preferencialmente antes do período noturno, para efetuarem o deslocamento com maior segurança.

De acordo com os canais oficiais da Defesa Civil do Estado, a previsão é de chuva fraca e persistente em pontos isolados da região de Ubatuba. Bairros como centro, Marafunda, Parque dos Ministérios, Praia Dura e Lagoinha já registram mais de 100 mm de chuva em 96 horas.