Alunos do Pós Médio Técnico do Tancredo visitam Usina Nuclear de Angra dos Reis

Alunos do Pós Médio Técnico do Tancredo visitam Usina Nuclear de Angra dos Reis

Na última quinta-feira, 08 de março, 21 alunos do Pós Médio Técnico em Meio Ambiente e Técnico em Guia de Turismo da Escola Municipal Tancredo de Almeida Neves, acompanhados de professores, participaram de uma visita técnica à Usina Nuclear de Angra dos Reis- Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto (CNAAA), a Eletrobras Eletronuclear.

O principal objetivo da atividade foi a consolidação do aprendizado sobre teoria atômica – núcleo prótons e elétrons –, que é o princípio da produção de energia elétrica através de reações nucleares de elementos radioativos, como o urânio.

Eles ainda puderam aprender mais sobre o  Plano de Emergência da Central Eletronuclear, uso das Normas Regulamentadora, importância do uso de EPIs ( Equipamentos de proteção Individual), sem contar a  oportunidade de aprender mais sobre meio ambiente e desenvolvimento econômico e social e que a energia elétrica proporciona ao país.

“As visitas técnicas são atividades elaboradas pela equipe pedagógicas coordenação e professores que trabalham com uma soma de recursos na aprendizagem e contribuem para tornar o ensino mais estimulante e enriquecedor. Durante as visitas técnicas, os alunos têm a oportunidade de conhecer lugares interessantes, interagir com seus docentes de uma maneira mais próxima e efetiva, assim como com seus colegas, além de vivenciarem, de forma dinâmica, o conteúdo pedagógico de seus respectivos níveis”, explicou a professora Nadege Riechelmann

A atividade contempla diferentes disciplinas dos cursos, como Química Geral, Química Ambiental, Segurança do Trabalho, Segurança Laboratorial, Primeiros Socorros, Saúde e Meio Ambiente, Gestão Ambiental, Educação Ambiental, Atrativos culturais e Naturais.

Próxima visita

Nesta semana, os alunos do Técnico de Meio Ambiente terão mais uma oportunidade de atividade de campo. Eles vão conhecer o Lar Sagrado Arco Íris,no bairro do Corcovado. Na ocasião, poderão ter um maior contato com a natureza e observar técnicas de permacultura ensinadas em sala de aula. A visita será acompanhada dos professores Rafael Aguiar Costa e Leandro Lagóz.

Dados

A falta de informação e os mitos que envolvem o processo de produção e de segurança de uma usina nuclear levaram a Eletronuclear a organizar visitas guiadas e gratuitas pelos complexos de Angra 1 e 2, no litoral sul do Rio de Janeiro. A empresa ainda mantém uma exposição permanente em que é possível entender como é gerada a polêmica fonte de energia. Por ano, 21 mil pessoas procuram a Eletronuclear para conhecer a usina. A maioria é formada por estudantes, universitários e técnicos interessados em entender o processo de produção de energia nuclear.