Poder Executivo

Conferência Regional debate Segurança Alimentar no Auditório da E.M José de Anchieta

Conferência Regional debate Segurança Alimentar no Auditório da E.M José de Anchieta

Com o tema Comida de Verdade no Campo e na Cidade: por direitos e soberania alimentar, a 5ª Conferência Regional de Segurança Alimentar aconteceu no último dia 12 de junho no Auditório da E.M José de Anchieta.

Mais de 60 pessoas participaram da atividade, que contou com a presença de representantes da sociedade civil de Guaratinguetá, Ilhabela, São Luiz do Paraitinga, Taubaté, Lorena e de representantes das prefeituras de Jacareí, Aparecida e São José dos Campos, além de professores e alunos do Curso Técnico de Nutrição e Dietética da ETEC.

Inicialmente, houve a composição da mesa de abertura da conferência com a participação do prefeito Mauricio, Suzely de Miranda (CONSEA/SP), Márcio Candido, secretário municipal de Cidadania e Desenvolvimento Social, Maurici Romeu da Silva, secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Nadia Garcia, secretária municipal de Educação e Ana do Carmo, deputada estadual.

Maurici ressaltou a importância da realização da conferência em conjunto com diferentes secretarias municipais e informou sobre a Lei aprovada na Câmara, que Cria o Serviço de Inspeção municipal (SIM), programa este que está relacionado com a implantação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional no município.

Na sequência, a nutricionista Claudia Raffaelli, responsável pelo Departamento de Alimentação Escolar da prefeitura, palestrou sobre o tema Comida De Verdade e explicou sobre a importância da alimentação adequada e sobre segurança alimentar.

Rafaelli avaliou os obstáculos e avanços na alimentação escolar das escolas públicas de Ubatuba e destacou o salto do investimento na agricultura familiar local pela atual gestão.

“Passamos de R$ 30 mil em 2013 para R$ 420 mil em 2014, atingindo 30% da verba repassada pelo FNDE. Em 2015, atingiremos quase 100% da verba para aquisição dos produtos da agricultura familiar, com arroz orgânico, feijão e leite em pó das cooperativas de assentamento rural do Rio grande do Sul e Catanduva”, informa Claudia.

Após a palestra, fez-se a leitura do regimento da conferência para aprovação e formação dos grupos para dialogar e debater propostas referentes aos seguintes eixos:

Eixo 1 – Comida de verdade: avanços e obstáculos para a conquista da alimentação adequada e saudável e da soberania alimentar.

Eixo 2 – Estratégias em andamento para a conquista da comida de verdade no âmbito regional, estadual e nacional.

Eixo 3 – Aperfeiçoamento e ampliação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional: pacto federativo, participação social e intersetorialidade.

Foram eleitas 15 propostas e escritas duas moções. Foram eleitos também os representantes da Comissão Regional de Segurança Alimentar e Nutricional (CRSAN) e 15 delegados para participar da 5ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional.

“A etapa regional foi de fundamental importância ao processo de mobilização social e implementação das Políticas Públicas da nossa gestão. Sua realização faz parte do processo de implantação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional em Ubatuba, faceta importantíssima para diferentes setores, como saúde, educação e economia da nossa cidade”, afirma o prefeito Mauricio.

Funcionario