Poder Executivo

Dentistas voluntárias representam Ubatuba no evento Sorriso do Bem

Dentistas voluntárias representam Ubatuba no evento Sorriso do Bem

As dentistas Nivea Ferreira Tavares e Maria Cristina Silveira vão representar Ubatuba no Sorriso do Bem, grande evento de saúde bucal, voluntariado e empreendedorismo na histórica cidade de São Bento do Sapucaí, interior de São Paulo.

O encontro começa nesta quinta-feira, dia 6 de novembro, estende-se até o próximo domingo e conta com palestras da educadora afegã Shabana Basij-Rasik, do pesquisador americano Al Hamond e do famoso filósofo Mario Sergio Cortella.

De acordo com os organizadores, a ONG Turma do Bem trará aproximadamente 500 convidados nacionais e internacionais para seu encontro anual.

A programação do evento inclui outras palestras, exposição de fotos de mulheres vítimas de violência atendidas no programa Apolônias do Bem e capacitações e trocas de experiências entre os dentistas voluntários do Brasil, da América Latina e de Portugal, além de uma mostra de cinema para a população local.

À noite, festas de rua celebram o trabalho que já atendeu mais de 50 mil jovens em 14 países.

O evento será transmitido ao vivo pela TV TdB (tv.tdb.org.br), um portal de vídeos que exibirá conteúdo exclusivo para o internauta. A programação será ancorada pela atriz e modelo Mel Fronckowiak e pelo ator e apresentador Thiago Adorno.

“Na minha vida eu tenho um talento e ele deve ser multiplicado em favor das outras pessoas. É nisso que eu acredito. Ou seja, isso para mim é como se fosse uma missão dada por Deus, não é uma obrigação ou um trabalho”, afirma Nivea, que já atendeu dezenas de crianças carentes em Ubatuba nos cerca de seis anos em que participa do projeto.

Sobre a Turma do Bem

A Turma do Bem (www.turmadobem.org.br) é a maior rede de voluntariado especializado do mundo, com 15 mil dentistas atuando em 14 países.

Oferece atendimento odontológico gratuito à população de baixa renda em condição de vulnerabilidade social e com graves problemas bucais: jovens de 11 a 17 anos e mulheres vítimas de violência doméstica. Em 10 anos, impactou 50 mil jovens e 600 mulheres.

Tem um modelo inovador de gestão, baseado no voluntariado, caracterizado pela fácil replicabilidade e pelo baixo custo para a organização.

Por seus projetos, a ONG ganhou o prêmio Empreendedor Social da Schwab Foundation, tornou-se fellow da Ashoka e foi reconhecida pela Organização das Nações Unidas.

Funcionario