Poder Executivo

GBmar realiza formatura e encerramento do Curso de GVT

GBmar realiza formatura e encerramento do Curso de GVT

“No nosso corpo não corre sangue, corre água salgada”. Essa é uma frase bem conhecida daqueles que trabalham na prevenção dos banhistas nas praias do Litoral Norte e foi citada durante a solenidade de formatura do curso de Auxiliar de Guarda-Vidas Temporário que aconteceu na manhã desta quinta-feira, 6, na sede do Corpo de bombeiros da Praia Grande.

Reunindo autoridades, familiares e claro, os formandos, a cerimônia cumpriu todas as formalidades, com apresentação de turma e execução do hino nacional, seguida de homenagem àqueles que tiveram algum tipo de destaque ou participação diferenciada durante o período de formação.

De acordo com informações do Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar), em Ubatuba, são realizados, em média, 800 salvamentos durante o período da temporada – que vai de dezembro a março – o que significa uma média de mais de um salvamento por dia.

 

Homenagens

Um dos que receberam a homenagem é Paulo Madeira, que realizou um salvamento na Praia Vermelha do Centro no dia 27 de agosto. O comandante do GBMar de Ubatuba, tenente Guilherme Vegse, destacou que Madeira demonstrou seu compromisso com a causa pública, se baseando nos valores institucionais, doando tempo, saúde e disponibilidade física para realizar o salvamento. “O curso que nós fazemos como Guarda-Vidas demonstra grande eficiência porque, ao mesmo tempo que não estamos fardados, estamos sempre alertas com quem está no mar, que é um ambiente hostil. No salvamento, a nossa meta é sempre trazer a pessoa para um local seguro. É onde nós doamos a nossa vida e bem-estar para zelar pela vida do próximo”, compartilhou Madeira.

Gustavo Valença também foi homenageado por ter agregado conhecimento ao curso, realizando uma palestra sobre animais marinhos. “Participar da formação de alunos é uma satisfação muito grande, nos proporciona sedimentar os conhecimentos que existem em nós e aprender todos os dias com os alunos que, muitas vezes, são professores. Gustavo, de maneira voluntária, nos ministrou uma excelente palestra acerca dos animais marinhos presentes na região. É brilhante quando nós nos deparamos com quem fala do que gosta e tem propriedade para ministrar uma aula”, destacou Vegse.

 

Colocação

Também receberam homenagem os três primeiros colocados no curso, obtendo as melhores notas. Este ano, de maneira inédita, o primeiro lugar foi ocupado por uma mulher. Vitória Frederick Monteiro ficou a frente dos demais 56 concluintes da formação, com a nota 9,66.

“A gente leva a sério o curso e a colocação acaba vindo como consequência. São várias provas e circunstâncias diferentes, mas a gente se dedica porque no final, o que conta, é a temporada”, comentou. Vitória já participou de diversas competições de natação representando o município e afirmou que esse tipo de conhecimento fez diferença durante a formação, devido à resistência, à familiaridade com a água e, também, estar em dia com o condicionamento físico. “A expectativa é de uma temporada lotada, então, espero conseguir fazer a prevenção de maneira correta, evitando o máximo de afogamento possível e fazer com que seja tranquilo”, salientou.

O segundo colocado foi João Pedro Guimarães Viana com 9,61, seguido de Alexsandro Matos dos Santos, com 9,6.

Das 57 pessoas que concluíram o curso, seis são mulheres e 40 serão contratados.

Formalidades

Este ano, o orador escolhido para representar os formandos foi o GVT Abner Frederick Monteiro, que discorreu um pouco sobre o sentimento de ser um Guarda-Vidas Temporário, destacando que, diferentemente do homem aranha, os GVTs são reais. “GVT é o guarda-vidas que trabalha na areia, independente das adversidades. Ele sempre estará presente, fazendo a prevenção e, se for necessário, realizando o salvamento”, enfatizou.

Representando a prefeita Flavia Pascoal, o secretário adjunto de Segurança Pública e Defesa Social, Alexandre Napoli, lembrou a época em que serviu o Corpo de Bombeiros como Guarda-Vidas em Ubatuba na década de 90.

“Os Guarda-Vidas temporários que estão aqui, bravamente, lutando pela vida das pessoas, que não são temporárias. Os senhores não são Guarda-Vidas temporários, os senhores serão eternos nos corações dos familiares e das vítimas que estiveram em condição de risco”, manifestou.

Após agradecer e parabenizar pela presença de todos, o comandante do Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar) do Litoral Norte, capitão João Batista Rapaci, saudou o Cabo Leivan pelo último dia de serviço de 30 anos prestados ao Corpo de Bombeiros e desejou sucesso após a aposentadoria. Ele ainda falou sobre o serviço prestado pelos Guarda-vidas, que é árduo, porém gratificante. “Não é fácil: é muito público, muita ocorrência. Chegar em março e saber que todas as pessoas que frequentaram a praia estão voltando em segurança para seus lares é extremamente gratificante”, assegurou.

O tenente Vegse parabenizou todos os presentes e reafirmou o compromisso de bem-servir à sociedade. “Podem ter certeza que, nós aqui do Grupamento Marítimo, todos os dias, estamos pensando em implementar e desenvolver o serviço de prevenção e salvamento nas praias de Ubatuba para bem atender o nosso munícipe e o nosso veranista”, garantiu.

/* * VLibras */