Poder Executivo

Setur articula iniciativa integrada em praias do município

Setur articula iniciativa integrada em praias do município

A manhã desta terça-feira, 23, foi marcada pela primeira etapa de uma iniciativa integrada entre secretarias da Prefeitura de Ubatuba visando ações ambientais e de fiscalização em algumas praias do município.

Articulada pela secretaria de Turismo (Setur), a movimentação conta com o apoio e participação das secretarias de Meio Ambiente, Infraestrutura, Emdurb, Fazenda (fiscalização e auditoria) e Guarda Civil Municipal de Ubatuba (GCM), além da participação da Sanepav, voluntários e membros de associações de moradores das localidades contempladas nessas ações iniciais, que vão até o dia 26, com possibilidade de extensão em outros períodos e locais.

De acordo com o secretário de Turismo, Alessandro Luís Morau, a ideia é aliar ações de preservação ao Meio Ambiente e a limpeza das praias a ações de fiscalização e zeladoria em geral. “Decidimos começar em praias que são atendidas pela prestação de serviço de Zona Azul pela Companhia Municipal de Turismo (Comtur) como uma apresentação de ações do Poder Público junto a essas praias”, explicou Morau.

A primeira praia contemplada foi a praia do Félix. Para a realização, foi orientado que todos os participantes pudessem seguir os protocolos sanitários em relação à COVID- 19, sem aglomerações de início ou término e garantindo a utilização de máscaras e EPIs (equipamentos de proteção individual).

“Agradeço o apoio de todas as secretarias envolvidas, Emdurb e da Guarda na ação da praia do Félix, junto à associação de moradores e voluntários, que resultou na retirada de um caminhão de lixo da faixa e areia e mangue. A associação também nos entregou um ofício com algumas solicitações e, também, agradecimentos e elogios pela ação”, destacou o secretário de Turismo.

Ele ainda acrescentou que este é “um modelo de operação multidisciplinar que terá resultados muito importantes para nosso município. Acredito que servirá como um modelo para valorização aos nossos fiscais que, por vezes, não têm poder de polícia para atuar em todos os segmentos”, finalizou.

/* * VLibras */