Poder Executivo

Parcerias viabilizam curso gratuito de confeitaria em Ubatuba

Parcerias viabilizam curso gratuito de confeitaria em Ubatuba

“Nem de humanas, nem de exatas, sou de doces” – essa frase do Pinterest representa bem o novo curso oferecido pelo Centro de Capacitação Profissional da Prefeitura de Ubatuba, em parceria com o Senai e o Sebrae. As vagas foram oferecidas para pessoas que atendiam os critérios da Secretaria de Assistência Social e realizadas no Poupatempo.

A formação em confeitaria para 16 alunos teve início na manhã desta segunda-feira (27) e terá duração de 12 dias, abordando não somente o preparo das doces delícias em seu cronograma como, também, dicas de gerenciamento e conteúdo para que os novos empreendedores possam promover seu negócio.

Edgard Faria é professor responsável pelo curso representando o Senai e também é dono de um empreendimento na área, localizado na cidade de São Sebastião. Para ele, compartilhar a própria experiência para os alunos faz toda a diferença.

“Eu tento passar para eles o que eu vivenciei, a minha trajetória. Eu vejo onde eu errei e tento fazê-los não errarem também. Eu ensino um pouco de marketing, ensino um pouco como gerir um negócio, como cozinhar, como você vai vender”, explicou Faria.

Selma Maria de Souza Gomes é funcionária pública aposentada e decidiu investir em um novo segmento como fonte de renda. “Meu intuito é conseguir, através do que eu aprender aqui, levar o produto e disso aí ter uma fonte de renda”, comentou.

Para a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Ubatuba, Rita de Cássia Pereira, investir em qualificação de mão-de-obra é um diferencial, pois as técnicas do Sebrae e Senai trazem faz com que a capacitação do profissional se torne maior e melhor.

“Quando você capacita a pessoa, ela corre atrás e isso faz diferença. Com a capacitação você se torna melhor e amplia o campo de conhecimento”, salientou.

Além disso, ela destacou que o impacto da parceria é maior quando o empregador confere o nome dessas instituições no certificado – o que também foi confirmado pela aluna Selma.

“Esse curso profissionalizante é bom, você fica com o diploma e ganha mais credibilidade”, afirmou.

O professor Faria ainda lembrou que esse tipo de iniciativa tem feito a diferença neste período de recuperação econômica do pós-pandemia.

“A gente vem de uma fase muito difícil, que é a pandemia. E a gente percebeu que a alimentação na pandemia teve um crescimento muito grande. As pessoas vendo a possibilidade de trabalhar em casa e gerar o próprio sustento é maravilhoso, então, essa capacitação nos ajuda cada vez mais para ver que as pessoas podem começar a trabalhar com produtos de qualidade, ter uma profissionalização. É muito legal esse curso que a prefeitura está oferecendo agora junto com o Senai e o Sebrae”, concluiu.

/* * VLibras */