Poder Executivo

Ave marinha encontrada em Ubatuba é confirmada com Influenza Aviária

Ave marinha encontrada em Ubatuba é confirmada com Influenza Aviária

O Ministério da Agricultura confirmou um caso de Influenza Aviária em uma ave marinha encontrada debilitada em Ubatuba no último sábado (3). O animal chegou a ser resgatado por moradores ao cair no chão e morreu com os sintomas suspeitos da gripe. O vírus foi confirmado nesta segunda-feira após exame laboratorial.

Este é o primeiro caso de gripe aviária no estado de São Paulo e de acordo com a Vigilância Epidemiológica (Viep) da Secretaria Municipal de Saúde, as medidas de prevenção já foram instauradas na cidade, inclusive com a busca, identificação e monitoramento das pessoas que tiveram contato com a ave contaminada.

“A orientação é para que se evite tocar em aves doentes ou mortas. A pessoa que encontrar uma ave com indícios de desconforto respiratório, diarreia ou confusão neurológica deve acionar a Vigilância em Saúde pelo telefone (12) 3832-6810 ou o Instituto Argonauta, que atua na conservação costeira e marinha do município”, explicou a enfermeira coordenadora da Viep, Alyne Ambrogi.

A transmissão da Influenza Aviária para humanos se dá pelo contato direto ou indireto com aves infectadas ou suas secreções e, até o momento, não há registro de transmissão da doença de pessoa para pessoa.

“Os sintomas da Influenza Aviária são parecidos com os da gripe comum e incluem dor de garganta e no corpo, febre, tosse e secreção nasal. A atenção se deve para evitar a evolução da doença para insuficiência respiratória e até falência múltipla dos órgãos. Em caso de surgimento dos sintomas gripais, a pessoa que teve contato com animal suspeito deve procurar por um serviço de saúde de urgência e informar a exposição”, ressaltou a coordenadora, enfatizando ainda que entre as medidas de prevenção estão a vacinação contra a Influenza, disponível para todas as pessoas a partir dos seis meses de vida.

/* * VLibras */