Munícipes prestigiam apresentação sobre revitalização da Iperoig

Munícipes prestigiam apresentação sobre revitalização da Iperoig

Cerca de 450 pessoas, entre munícipes, secretários e  funcionários compareceram ao Teatro Municipal de Ubatuba na noite de terça-feira, 08, para acompanhar a apresentação do projeto que prevê a revitalização e reurbanização da avenida Iperoig – região central da cidade.

Após a exibição de dois vídeos – um sobre o Programa de Parcelamento Incentivado (PPI) e outro sobre os primeiros 100 dias de governo, o arquiteto e secretário adjunto de Habitação e Planejamento Urbano de Ubatuba, Antonio Cesar L Abboud,  iniciou a sua fala. Primeiramente, ele agradeceu a presença de todos, elogiando a participação popular. “Ver esse teatro cheio de pessoas interessadas é maravilhoso. Ubatuba vai acontecer da melhor forma possível. A mudança é difícil, mas se a gente não mudar e não contemporizar, vamos perecer”, alertou.

Abboud fez um panorama geral de tudo o que o projeto vai contemplar, destacando que sua equipe partiu do princípio de respeitar a natureza e as pessoas. Ele também comentou sobre o esforço da atual Administração em recuperar verbas de convênios que estavam quase perdidos.

As mudanças propostas, que visam o ordenamento do espaço (pedestre, ciclovia e trânsito), vêm com expectativas de melhoria visual, econômica e de valorização dos imóveis. “Nosso objetivo não é mudar a vida de ninguém, mas envolver os atores da orla – comerciantes, artesãos, moradores e turistas. Tudo isso foi pensado para consolidar essa malha urbana interessante”, salientou.

Etapas

A avenida Iperoig também será contemplada pelo projeto de iluminação da orla, previsto pelo convênio 232/2014 de verba proveniente do Dadetur, que beneficia 13 praias do município, ainda este ano. Um investimento de R$ 3.556.165,65.

Já a primeira etapa do convênio, também do Dadetur, exclusivo à reurbanização da Iperoig, contempla a execução do canteiro central, calçada, ciclovia e iluminação em sua primeira etapa, com início previsto ainda para 2017 – com custo orçado em R$1.999.931,05. A segunda etapa prevê a revitalização junto à orla, com expectativa de início no segundo semestre de 2018 – essa com orçamento previsto em R$2 milhões.

O arquiteto ressaltou que os prazos também dependerão do processo licitatório. “O ideal é que o edital de licitação seja feito agora para garantir o início da obra. O cronograma físico financeiro é flexível neste momento e a construtora que ganhar sabe das necessidades, tanto dela como da população, e vão adequar esse cronograma à temporada, adaptando as etapas de execução”, explicou Abboud.

Aspectos

Abboud destacou alguns aspectos do projeto, como a valorização da cultura e da identidade do município, a viabilização da melhoria no trânsito e a preocupação com os pedestres e os grupos de mobilidade reduzida, como idosos e pessoas com deficiência.

Atividades de lazer também terão espaço na revitalização, com o aumento do playground, a melhoria na academia da terceira idade e um projeto para implantação de arvorismo e tirolesa (cujo objetivo é ser administrado via terceirização), que permita, ainda, a prática dos esportes como inclusão de pessoas com deficiência.

Os espaços de comércio deverão ser de alvenaria em formato de quiosques, cada um contendo quatro módulos. Terão parte da estrutura com transparência para não inibir a paisagem e a implantação de uma cobertura, a ser discutida posteriormente. “Os comerciantes que são regularizados saem do improviso e vão para algo definitivo. Aqueles que estão de acordo com a legalidade serão contemplados, inclusive os que lidam com alimentação – e assim, poderão atender 100% às normas da vigilância sanitária”, ressaltou.

Abboud ainda considerou que um dos aspectos mais positivos do evento foi a aceitação, pela maioria da plateia, quanto ao retorno da mão dupla e canteiro central na avenida.

O prefeito Délcio José Sato (PSD) , enfatizou a importância da criação do departamento de projetos, convênios e contratos em seu governo, pois são investimentos que dispendem grandes gastos quando terceirizados. Ele também reforçou a disponibilidade do arquiteto Abboud em responder os questionamentos feitos pela população através do e-mail projetos.gp@ubatuba.sp.gov.br.

“Vamos discutir e decidir juntos. Porém, não podemos nos deixar levar por questões individuais, temos que pensar em um todo. Agindo assim, estamos avançando e me arrisco a dizer que Ubatuba tem sido a cidade que vem se desenvolvendo mais no litoral nesses primeiros meses de mandato”, concluiu.

Respostas

Sobre 34 questionamentos feitos por meio de filipetas após a exposição do projeto, Abboud afirmou que foram todas perguntas cabíveis e pertinentes, sobre equipamentos, custos e normas técnicas e que serão respondidas até o dia 18. Já as perguntas encaminhadas posteriormente pelo e-mail, serão administradas conforme o funcionamento da secretaria.

02 apresentação da revitalização da iperoig (1)