Poder Executivo

Prefeitura de Ubatuba recebe representantes da CCR Rio-SP

Prefeitura de Ubatuba recebe representantes da CCR Rio-SP

Na última terça-feira, 14 de novembro, poder público e representantes da CCR reuniram-se na Prefeitura de Ubatuba para abordar sobre as diversas obras planejadas para o trecho da rodovia sob a concessão da CCR Rio-SP, desde o km 00 em Camburi até o km 52 na Praia Grande. Foram apresentados projetos para melhorias, alargamento de faixas, criação de trevos para otimização do fluxo, construção de passarelas, pontos de ônibus e regularização de acessos à rodovia. Também foram discutidos estudos para reduzir áreas com alto risco de acidentes.

Estiveram presentes o prefeito Márcio Maciel, secretário de Governo, Marcelo Ângelo, o secretário de obras Carlos Peixoto Jr., o Engenheiro José Carlos Vital e o Presidente da Fundart, Luiz Bischof. Representando a CCR Rio-SP estavam presentes Hellen Santos, responsável pelas relações institucionais, a engenheira Aline Cunha e Dino Santos, responsável pelas operações rodoviárias.

Durante a reunião, a CCR Rio-SP reafirmou seu compromisso em preservar a integridade dos ativos da concessão. O prefeito Márcio solicitou à empresa um estudo para garantir passagens seguras para alunos, trabalhadores, moradores e pedestres em vários pontos da rodovia, especialmente nos bairros das estufas 1 e 2, Pedreira, Perequê-açu, Sumidouro, Taquaral e trevo do pescador.

O secretário Carlos Peixoto Jr. ressaltou a necessidade de concluir definitivamente o trecho próximo ao supermercado Tenda, discutiu a viabilidade de criar um túnel para pedestres entre as estufas 1 e 2, sugeriu a implementação de canteiros e/ou rotatórias no acesso ao Itaguá e questionou a extensão da faixa de domínio da concessionária, solicitando projetos detalhados das melhorias.

Luiz Bischof propôs a instalação de um conjunto portal e central de apoio próximo ao acesso à praia do Camburi, visando melhorar a acessibilidade aos usuários e PRF. O engenheiro Vital mencionou acessos e pontos críticos propensos a acidentes, pedindo atenção da concessionária para resolvê-los.

Um acordo foi feito para que a prefeitura, por meio da Secretaria de Obras, oriente a concessionária sobre a regularização dos 65 pontos municipais de vias secundárias de acesso à rodovia, com o objetivo de melhorar as condições para obras e acessos.

O encontro marcou o início das discussões, delineando as próximas etapas a serem seguidas.

/* * VLibras */