Poder Executivo

Projeto com apoio da Prefeitura de Ubatuba vai beneficiar mais de 500 jovens

Projeto com apoio da Prefeitura de Ubatuba vai beneficiar mais de 500 jovens

Como mais uma maneira de investir na formação da juventude em Ubatuba, o prefeito Délcio Sato (PSD) assinou um termo de fomento para a realização do Projeto Liga Norte, que viabiliza a realização de oficinas culturais, esportivas e socioambientais para mais de 500 crianças e jovens da região Norte de Ubatuba.

O projeto é uma iniciativa do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Ubatuba (CMDCA) e será realizado pelo Centro esportivo e Recreativo (CERE)-Itamambuca, em parceria com as Secretarias Municipais de Educação e de Assistência Social. Com orçamento de quase meio milhão de reais, provenientes do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente, o projeto será desenvolvido junto aos alunos da rede municipal de ensino com atividades durante o turno e o contraturno escolar.

“Trata-se de uma iniciativa pioneira, que possibilitou a entrada de recursos do Governo Federal para investirmos no futuro de nossas crianças e na melhoria do ensino oferecido nas escolas públicas de Ubatuba , destacou o prefeito.

O projeto tem como eixo direcionador a valorização da cidadania e do patrimônio cultural presente nos territórios tradicionais do município (caiçara, quilombola e indígena), buscando aproximar a escola e as atividades curriculares ao contexto sociocultural próprio da região norte do Município, que está de acordo com o trabalho desenvolvido pelos movimentos sociais e associações comunitárias locais.

Outro aspecto central do trabalho é a educação ambiental. Entre as diversas atividades e oficinas oferecidas pelo programa, destaca-se a implementação nas escolas municipais da “Tecnologia Social de Monitoramento Mirim Costeiro”, voltada a promover o envolvimento dos alunos e das escolas com o monitoramento da qualidade ambiental das praias e rios da região.

“É fundamental estimularmos, desde cedo, a consciência ecológica das crianças, fortalecendo de modo vivo e prático a ideia de que a melhor forma de preservação ambiental é aquela do manejo sustentável. Isto significa incentivar as crianças a valorizarem as expressões culturais tradicionais de suas comunidades e se envolverem em atividades de geração de valor e renda que, além de preservarem o ambiente e a cultura, abrem o caminho para uma perspectiva de vida que não seja refém de um turismo sazonal predatório”, comentou o diretor executivo do CERE-Itamambuca e responsável técnico do projeto Liga Norte, Francisco Igliori Gonsales.

As atividades vão até dezembro, com novos recursos já garantidos para a continuidade do projeto em 2020. “Precisamos investir e realizar projetos que deixem um legado para a cidade muito além de nossa administração. Trata-se do investimento em uma política de estado e não apenas de governo” concluiu o chefe de gabinete da prefeitura de Ubatuba,Eugênio Zwibelberg.

Funcionario
/* * VLibras */