Poder Executivo

Conselheiros municipais de saúde averiguam condições do CCZ de Ubatuba

Conselheiros municipais de saúde averiguam condições do CCZ de Ubatuba

Membros do Conselho Municipal de Saúde de Ubatuba realizaram visita surpresa ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) na quinta-feira, 1 de agosto, para averiguar as condições dos animais abrigados nesse equipamento público.

Os conselheiros constataram que, ao contrário de notícias falsas circuladas em página do Facebook, os animais são bem alimentados e bem tratados, sendo levados para passear, tomar sol e se exercitar com frequência pela equipe de tratadores do CCZ.

Os animais também têm 200 cobertores novos, que foram doados há alguns meses ao CCZ, e são devidamente utilizados. Nos últimos anos, a gestão também conseguiu melhorar a qualidade da ração que é fornecida, que tem de ser de ótima qualidade, conforme especificado no edital da licitação para aquisição.

Em geral, antes de serem recolhidos ao CCZ, os animais estavam em condições de maus tratos muito severas, sujeitos a diversas zoonoses e, atualmente, eles estão em condições melhores do que as em que viviam anteriormente.

Vacina, controle de zoonoses e castrações

A Vigilância em Saúde de Ubatuba, órgão ao qual o CCZ está vinculado, explicou que também foi incorporado, tanto para cães quanto para gatos, vacinas que não são disponibilizadas pelo Ministério da Saúde. Além da antirrábica, fornecida pelo ministério, são compradas também as vacinas V10 (cães) e V4 (gatos). Os animais ainda são vermifugados conforme prescrição do médico veterinário.

O órgão lembra que recentemente foi definido um protocolo de visitas ao CCZ, que prevê a solicitação de agendamento prévio junto à Vigilância em Saúde. “Esse ordenamento é necessário para não atrapalhar a rotina dos tratadores. Com essa reorganização, as pessoas podem entrar e ter mais atenção da equipe que trabalha no local. Como o período da manhã é mais complicado, as visitas são agendadas para a tarde”, informou Patricia Sanches, diretora da Vigilância em Saúde.

A ação do CCZ tem o objetivo de controlar as zoonoses, isto é, as doenças que podem ser transmitidas dos animais para os seres humanos, como a raiva, leishmanioses, dengue e malária, por exemplo. O castramóvel, veículo equipado com sala para a realização de cirurgias de castração em cães e gatos, é um equipamento associado ao trabalho do CCZ. Desde sua entrada em operação no final de maio, com foco na região Norte, já foram castrados 28 animais na Vila Gaivota (19 cães e 9 gatos) e, nesta semana, foram encerrados os trabalhos de castração no Estaleiro, com um total de 29 animais operados (12 cães e 17 gatos).

Na próxima semana, terão início o cadastramento de animais e as castrações na Vila Rolim e na Vila da Índia. O cadastro de novos animais tem previsão de ser reaberto ainda em agosto e será amplamente divulgado pelo site da Prefeitura de Ubatuba.

Água

Dos boatos sobre o CCZ recentemente circulados em redes sociais, os conselheiros constataram que o único ponto que procede é em relação à falta de tratamento da água. Porém, trata-se de um problema que ocorre em vários lugares, tanto na região Oeste onde está o CCZ, como também em outras regiões do município. A atual gestão vem tentando corrigir o problema em diálogo com a Sabesp e no trabalho que vem sendo feito em torno à questão do saneamento.

Funcionario