Poder Executivo

Ubatuba participa de oficina técnica regional sobre Primeiríssima Infância

Ubatuba participa de oficina técnica regional sobre Primeiríssima Infância

Integrantes do comitê da Primeiríssima Infância de Ubatuba participaram na segunda-feira, 6, de Oficina Técnica do programa, realizada em Caraguatatuba. A atividade reuniu representantes dos comitês das quatro cidades do Litoral Norte. O objetivo foi o de sensibilizar os novos integrantes das equipes frente às mudanças nas gestões municipais e discutir os planos de ação em cada cidade.

Anna Chiesa, enfermeira, professora da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo e consultora da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal (FMCSV), apresentou a evolução dos estudos que mostram a importância do afeto e do estímulo no período da primeiríssima infância (entre 0 e 3 anos) para o desenvolvimento integral da criança e dos adultos.

“Há mais de 100 anos sabe-se da importância dessa fase, porém agora há evidências científicas incontestáveis, trazidas pela neuroimagem, que mostram com detalhes a estrutura e o funcionamento do cérebro”, explica Anna. “O modo como um adulto responde às tarefas pessoais e profissionais, como prioriza e se organiza, é determinado pelo desenvolvimento que acontece nessa fase”, acrescenta.

Os estudos apresentados mostram que os investimentos feitos na primeira infância significam maior retorno social, tanto em termos de saúde, quanto em aprendizagem e renda:  para cada 1 dólar investido em políticas públicas como alimentação e programas pré-escolares, há um retorno de 7 dólares para a economia.

Plano de ações: novas formações e mobilização

O programa Primeiríssima Infância tem quatro eixos de ação: governança e gestão, formação de profissionais, mobilização comunitária e avaliação. O período da tarde da oficina foi dedicado principalmente ao trabalho em grupo por município em torno à revisão do plano de ações. Também foi feita a entrega formal de um computador portátil (notebook) às articuladoras de cada cidade. O equipamento é uma ferramenta de apoio à realização do trabalho dos comitês locais e será doado aos municípios com o término do programa.

Em sua apresentação, a equipe de Ubatuba relatou a opção por aproveitar as oportunidades que já existem de encontros para realizar as formações, com prioridade para bairros populosos e carentes. É o caso, por exemplo, da atividade de orientação a grupos de famílias grávidas na região do Ipiranguinha, que acontecerá na próxima quinta-feira, 9, e que será momento de capacitação tanto da população, quanto da rede de atendimento.

“Isso é feito de maneira intersetorial – com a participação de profissionais da saúde, educação, assistência social e de outras áreas da gestão”, explica a dra. Maira Mendonça Lobo, pediatra da rede de saúde de Ubatuba e articuladora do Comitê Gestor do Programa na cidade.

“Outro momento de destaque para a mobilização da sociedade em torno à importância do tema será a Semana do Bebê, que acontecerá no período entre 14 e 21 de maio. Estamos neste momento construindo os detalhes da programação e da logística e em breve teremos mais informações”, destaca Maira.

Para saber mais sobre o programa Primeiríssima Infância, visite a página no Facebook:  https://www.facebook.com/Primeiríssima-Infância-Ubatuba-338258279862969/  ou o site da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal  http://www.fmcsv.org.br/pt-br/Paginas/default.aspx

 

Funcionario
/* * VLibras */